NOTÍCIAS DE RORAIMA – Foto: Divulgação O Roraima Garden Shopping está com duas vagas de emprego disponíveis sendo uma para assistente de marketing e outra para analista de RH (Recursos Humanos). O Shopping fica localizado na avenida Ville Roy, bairro Caçari…

0
94

NOTÍCIAS DE RORAIMA

REGISTRO

 

De aniversário nesta quinta-feira, 08/03: FRANCISCO DAS CHAGAS OLIVEIRA, JUSSARA MONTEIRO e JACIRZINHO CRUZ.

________________________________________________________________________

DAS MULHERES

O Estado de Roraima é destaque quando se fala em mulheres empoderadas… Temos a única governadora do país, a senhora MARIA SUELY SILVA CAMPOS; o Judiciário é presidido por ELAINE BIANCHI, assim como o TRE, pela Desembargadora TÂNIA VASCONCELOS e o Ministério Público Estadual, Drª ELBA MORAES.

No Senado Federal, a professora ANGELA PORTELA, na Câmara Federal, MARIA HELENA VERONESE e SHERIDAN OLIVEIRA; na ALERR, três  deputadas, AURELINA MEDEIROS, ANGELA ÁGUIDA PORTELA e LENIR RODRIGUES. Também vereadoras, juízas, promotoras, procuradoras, defensoras públicas, delegadas, secretárias de Estado entre outras autoridades.

________________________________________________________________________

AGENDA

Aprovada pelo Congresso Constituinte, e promulgada em outubro de 1988, a Constituição Federal do Brasil completa 30 anos, em 2018. Com ela, Roraima saiu da condição de Território Federal para de Estado da confederação brasileira. Além de discutir, os avanços e desafios da constituição cidadã, convidadas e convidados também vão abordar as consequências para Roraima.

O Congresso, na perspectiva do Direito, vai suscitar temas em cinco painéis: “O resgate histórico da Constituição Federal: De Território ao Estado de Roraima”, “Direito Penal e Direito Constitucional”, “Direito do Trabalho e Direito Constitucional”, “Direito Constitucional e Processo” e “Direito Indígena e Direito Constitucional”.

Nos três dias de congresso também vão ocorrer três conferências: “Supremacia ou soberania judicial: De quem é a última palavra?”, “Inovações no Direito Constitucional” e “O papel do STF na concretização dos direitos fundamentais”.

As inscrições já estão abertas. As vagas são limitadas. O valor de investimento é de R$ 80,00 para estudantes e de R$ 160,00 para profissionais. Inscrições online no site da CEJURR (cejurr.com) ou da TicketPhone (ticketphone.com.br/cejurr)

O evento promovido pelo Centro Jurídico de Roraima (CEJURR), em parceria com o Centro Universitário da Amazônia e UFRR, conta com o apoio de vários parceiros: OAB/RR, CAARR, DPE-RR, Poder Judiciário de RR, AMARR, Damásio Educacional, ABRACRIM-RR, deputado Estadual Oleno Matos, vereador Zélio Mota, vereadora Magnólia Rocha e Grupo Folha de Boa Vista.

Mais informações: 32240312 / 36243572 / 981120925 / 991113888

________________________________________________________________________

CD

Na sexta-feira, 09/03, será realizado o lançamento do CD com as cinco finalistas das 7 edições do Festival de Música CANTO FORTE, a partir das 20:00h, no Palácio da Cultura Nenê Macaggi, em Boa Vista.

________________________________________________________________________

IN LOCO

Em diligência realizada na quarta-feira, 07/03, uma equipe técnica do Ministério Público de Contas de Roraima (MPC/RR), liderada pelo procurador Paulo Sousa, esteve em Iracema para checar possíveis irregularidades nas contas públicas do município.

O Procedimento Investigatório Preliminar (PIP) foi instaurado a partir de denúncia anônima onde constam acusações de pagamento de fornecedores sem notas de empenho, desvio de finalidade na transferência de recursos de convênios federais destinados à saúde e educação, além da realização de contratação emergencial em detrimento de processo licitatório, com a finalidade de favorecimento de empresas ligadas a vereadores daquele município.

Segundo o procurador Paulo Sousa, todas as denúncias serão apuradas e tomadas as providências cabíveis.

________________________________________________________________________

ENQUADRAMENTO

“Eu tenho o compromisso aqui é com o povo de Roraima, com aquelas pessoas que estão lá esperando por essa expectativa de direito desde 1992”. Assim, o deputado Hiran Gonçalves (Progressistas/RR) defendeu sua candidatura à presidência da comissão especial que vai analisar a Medida Provisória 817/2018, que trata da transposição dos servidores dos ex-territórios de Roraima, Amapá e Rondônia.

Em decorrência da indicação do nome da deputada Maria Helena (PSB/RR) para a presidência da comissão mista, houve a eleição em votação secreta.

A Comissão Mista irá analisar a Medida Provisória 817, que foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) no dia 5 de janeiro, a matéria regula­men­ta as Emendas Constitucionais 60/200979/2014 e 98/2017, que dispõem sobre as tabelas de salários, vencimentos, soldos e demais vantagens aplicáveis aos servidores civis, aos militares e aos empregados oriundos dos ex-territórios para reintegrar esses trabalhadores aos quadros da União.

A MP vai contemplar todos que comprovem ter mantido, na data em que foram transformados em estado ou entre a data de sua transformação em estado e outubro de 1993, “relação ou vínculo funcional, de caráter efetivo ou não, ou relação ou vínculo empregatício, estatutário ou de trabalho com a administração pública ou com empresa pública ou sociedade de economia mista dos ex-territórios, dos estados ou das prefeituras do Amapá e de Roraima ou pela União para atuar no âmbito do ex-território.

Ao defender seu nome como a melhor indicação para presidir a comissão especial da MP 817, o deputado Hiran Gonçalves assinalou ter conhecimento da maté­ria, uma vez que foi presidente da comissão especial da PEC 199, aprovada no ano passa­do. “Vários colegas que participaram da comissão especial trabalharam muito no plenário da Câmara para que nós pudéssemos aprovar a PEC 199 e eles viram as dificuldades. Nós con­seguimos aprovar em um tempo recorde e, agora, eu fiquei muito surpreso com o an­da­mento dessa questão aqui na comissão mista da MP 817 porque o senador Romero Jucá coloca aqui que houve um acordo, mas nunca me avisaram desse acordo”, argumentou.

Dirigindo-se à deputada Maria Helena, eleita pelo placar de 10 a 7, Hiran Gonçal­ves observou que tinha todo respeito pela história de amizade pela parlamentar que já dura mais de 30 anos. Ao parabenizar a presidente da comissão mista, Gonçalves salien­tou que seu gesto de concorrer à presidência não se tratava de um embate pessoal. “Esse meu gesto prende-se ao fato de que sempre me posiciono de maneira muito clara em relação às coisas que não são combinadas conosco. Eu nem sabia desse “acordo”. Acho que esse episódio mostra que nós precisávamos ser tratados com o devido respeito, que nos fosse dado o direito do debate e de discutir as questões”, ponderou.

Sobre a condução da presidência do colegiado que vai tratar da MP 817, Hiran Gonçalves assinalou não ter dúvidas de que a deputada Maria Helena será uma excelente presidente, como foi relatora da comissão especial da PEC 199, presidida por ele. “Aquela foi uma vitória de todos os deputados federais e do Brasil porque, inclusive, nós dependíamos de todas as bancadas para aprovar aquela PEC”, lembrou.

Gonçalves disse ainda torcer para que o trabalho da comissão prossiga da forma mais rápida possível, uma vez que os servidores dos ex-territórios e atuais estados de Roraima e do Amapá não aguentam mais esperar por tanto tempo para verem seus direitos reconhecidos. “Que seja produzido um excelente relatório e que nós, com nosso traba­lho, possa­mos contemplar o máximo de pessoas que, de alguma forma, ajudaram o nosso Esta­do de Roraima e do Amapá a se tornarem aquela realidade que todos conhece­mos”, desafiou.

Para comprovar o vínculo funcional, a MP 817 traz uma novidade: a possibilidade de se utilizar como meios de prova o contrato, o convênio, o ajuste ou o ato administrativo que defina a condição profissional do empregado. O vínculo também poderá ser compro­vado por meio da remuneração ou o pagamento documentado da época, como depósito bancário, emissão de ordem de pagamento, recibo, nota de empenho ou ordem bancária em que se identifique a administração pública como fonte pagadora.

O texto abrange ainda a extensão dos direitos aos servidores — pensionistas e servidores aposentados — que tenham sido admitidos pela administração pública de Rondônia até 1987, e do Amapá e de Roraima até outubro de 1993. No primeiro caso, ficam assegurados direitos aos servidores admitidos regularmente pela União nas carrei­ras de Tributação, Arrecadação e Fiscalização (Lei 6.550/1978), cedidos ao Amapá, Rorai­ma e Rondônia.

Já o segundo enquadra no quadro da Polícia Civil dos ex-territórios os servidores admitidos regularmente, nos períodos acima referenciados, que comprovadamente se encontravam no exercício de funções policiais nas Secretarias de Segurança Pública do Amapá, de Roraima e de Rondônia.

________________________________________________________________________

ENQUADRAMENTO II

O Congresso instalou, na quarta-feira (7/3), a comissão mista que vai analisar a Medida Provisória (MP) 817/2018, sobre o enquadramento e remuneração de servidores dos ex-territórios federais de Rondônia, Roraima e Amapá. A proposta já recebeu 125 emendas parlamentares.

Formado por 26 deputados e 26 senadores (entre titulares e suplentes), o colegiado será presidido pela deputada federal Maria Helena ( PSB/RR), e terá como relator o senador Romero Jucá (MDB/RR). Como relator revisor foi escolhido o deputado Nilton Capixaba (PTB/RO).

“Fiquei feliz com a minha escolha e também com o nome de Romero Jucá como relator, pois ele conhece muito bem a matéria e vai ajudar muito tanto na rapidez da votação como no enquadramento do maior número de pessoas”, disse a deputada Maria Helena.

Romero Jucá em pronunciamento após ser escolhido relator, agradeceu a confiança dos parlamentares e disse que irá trabalhar para apresentar seu parecer o mais breve possível. “Nesta próxima semana iremos nos reunir com as bancadas de Roraima, Rondônia e Amapá para discutir as emendas e a melhor maneira de atender as pessoas com o enquadramento, pois isso é fazer justiça com os servidores dos ex-territórios. Pretendemos não usar os 120 dias que temos de prazo para votar a MP, e aprovarmos o mais breve esta medida tão esperada pelos servidores”, afirmou.

Jucá disse ainda que ainda no mês de março será publicado o decreto de regulamentação da Medida Provisória.

Próximos Passos

Apresentado e discutido, o texto do Relator é submetido à votação pelo colegiado, passando a constituir parecer da Comissão Mista ao ser aprovado. Em seguida o parecer terá que ser votado pelos plenários da Câmara e do Senado. A Medida Provisória 817/2018 perde sua validade em 02 de abril podendo este prazo ser prorrogado por mais 60 dias.

________________________________________________________________________

VAGAS

O Roraima Garden Shopping está com duas vagas de emprego disponíveis sendo uma para assistente de marketing e outra para analista de RH (Recursos Humanos). O Shopping fica localizado na avenida Ville Roy, bairro Caçari.

Segundo o coordenador de marketing do mall em Boa Vista, Júnior Carneiro, a vaga de marketing está aberta para todas as áreas de formação de nível superior e até mesmo para o nível médio.

Além do salário, o colaborador terá direito a vale alimentação, plano de saúde, plano odontológico, vale transporte e todos os demais direitos previstos em lei. A jornada de trabalho é de 8h diárias.

Para participar da seleção, os candidatos devem possuir conhecimentos obrigatórios e em nível avançado dos programas Excel, CorelDraw e PowerPoint. Não é necessário possuir nível superior, mas é exigido do candidato a vaga de marketing o altruísmo, saber se relacionar em equipe, ter ética e cumprir metas.

Já para a vaga de analista de RH é necessário saber realizar as rotinas de departamento pessoal, tais como: admissão, rescisão, controle de ponto, férias, lançamentos para folha de pagamento. Além disso, todas as rotinas relacionadas a área de recursos humanos, como: recrutamento e seleção, treinamentos e desenvolvimento.

Para concorrer ao cargo é necessário ter ensino superior completo em Psicologia, Gestão de Recursos Humanos, Administração ou áreas afins. É desejável o conhecimento completo do pacote Office.

Os analistas fazem jus a todos os mesmos direitos  citados para a área de marketing.

Os currículos devem ser entregues das 9h às 17h na administração do Roraima Garden Shopping, que fica ao lado das lojas Americanas, até a sexta-feira dia 9 de março.

________________________________________________________________________

PARCERIA

Acadêmicos dos cursos de Direito, Serviço Social, Administração e Contabilidade da Universidade Estadual de Roraima poderão fazer o estágio obrigatório, e supervisionado, nas dependências da defensoria Pública do Estado de Roraima.

A solenidade de assinatura do convênio foi realiza na manhã de quarta-feira (7/3), entre o reitor Regys Freiras e a defensora pública-geral, Terezinha Muniz de Souza Cruz.

Com a assinatura do convênio, o estágio supervisionado na Defensoria tem o objetivo de dar aprimoramento profissional ao estudante, através de experiências práticas que proporcionarão uma visão real das situações, das rotinas e dos procedimentos adequados de trabalho.

________________________________________________________________________

BOLETIM TJRR

O Tribunal de Justiça de Roraima, por meio da Coordenadoria Estadual de Violência Doméstica e Familiar, em parceria com a Secretaria Municipal de Segurança e Trânsito de Boa Vista, divulgará os dados dos atendimentos realizados pelo Programa Patrulha Maria da Penha no ano de 2017.

Local: Centro de Ciência, Tecnologia e Inovação CCTI, localizado na Avenida Glaycon de Paiva, 1820, Bairro Mecejana

Data: 8/03/2018

Horário: 15h

_______________________

O Tribunal de Justiça de Roraima, por meio da Coordenadoria Estadual da mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar em parceria com a Faculdade Cathedral de Roraima, retornou na quarta-feira (7/3), o Grupo Terapêutico “Ponto de Equilíbrio Elas”, com o objetivo de atender mulheres vítimas de violência doméstica e familiar.

Os encontros vão ocorrer todas as quartas-feiras, das 16h às 17h, no Fórum Criminal, na avenida José Tabira de Alencar Macedo 602, Bairro Caranã.

As ações continuadas de acolhimento às mulheres em situação de   violência doméstica fazem parte das atividades desempenhadas na 10° Campanha “Semana da Justiça pela Paz em Casa”, que tem como objetivo reforçar as estratégias do Poder Judiciário no combate à violência Doméstica e Familiar contra a mulher.

________________________________________________________________________

BOLETIM ALERR

O sistema energético de Roraima esteve mais uma vez em discussão na Assembleia Legislativa (ALERR).

O evento ocorreu na quarta-feira, 7/3, e foi conduzido pelo deputado Izaias Maia (sem partido), presidente da Comissão de Defesa do Consumidor e do Contribuinte na Casa Legislativa, e também o autor do requerimento que solicitou o evento.

Entre as pautas, estavam principalmente a construção do Linhão de Tucuruí, que interligará Roraima ao Sistema Nacional Enérgico Brasileiro e as constantes quedas de energia ocasionadas pelo desligamento da Linha de Transmissão de Guri na Venezuela (VE).

O presidente da Eletrobras Roraima, Anselmo Brasil, afirmou durante as discussões que a empresa está preparada para atuar em qualquer imprevisto que haja caso o fornecimento de energia vindo da Venezuela seja interrompido, ou se o Linhão de Tucuruí demorar mais de dois anos para se tornar realidade aos roraimenses.

Apagões – Dados da Eletrobras Roraima, revelam que nos últimos três anos, o Estado tem enfrentado quedas de energia constantes devido a desligamentos da Linha de Transmissão de Guri na Venezuela. Em 2016 foram registrados 38 desligamentos, 2017 foram contabilizados 33 e em 2018 até o momento, o estado já foi penalizado com três apagões que duram em média 15 minutos.

__________________________

A Assembleia Legislativa de Roraima promoverá nesta quinta-feira (8/3), a partir das 9h, no plenário Deputada Noêmia Bastos Amazonas o espetáculo ‘Maria’, em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, celebrado anualmente no dia 8 de março.

Apresentado pelo Grupo Criart Teatral, sob direção da professora de teatro Kaline Barroso, a peça composta por 11 mulheres artistas roraimenses, retrata as ‘Marias’ existentes em cada mulher e o cotidiano de cada uma delas na sociedade. O projeto está na estrada há três anos e é formado exclusivamente por mulheres.

Compõem o elenco: Celis Regina, Estefany Simplício, Euterpe, a própria Kaline Barroso, Karen Barroso, Kastorijane Oliveira, Nadyne Leal, Naide Amorim, Nathana Lindey, Soraya Souza, Suzi Fictcheer. O repertório é composto por clássicos da música popular brasileira, com interpretações, cantos e dança.

__________________________

Criado pela Assembleia Legislativa de Roraima em 2009, o Centro Humanitário de Apoio à Mulher (CHAME), da Procuradoria Especial da Mulher, atendeu a mais de 7,6 mil pessoas desde a implantação. Em 2017, conforme dados do setor de estatística da instituição, o balanço fechou em 1.429 atendimentos entre jurídico, psicológico, de assistência social.

Deste montante, 1.101 procuraram o CHAME para atendimento jurídico, enquanto outras 783 passaram por acompanhamento psicológico. Entre os tipos de violência mais relatados pelas vítimas, a psicológica liderou com 353 casos, outro momento, a violência moral ficou em segundo crime mais relatado, com 307 vítimas.

O CHAME possuiu uma equipe multidisciplinar formada por psicólogas, assistentes sociais, advogadas, sala individualizada para atendimento. E para reforçar as políticas de combate a violência doméstica familiar, a Procuradoria Especial da Mulher desenvolve, além do Centro, outros programas e projetos ligados a essa temática.

O Grupo Reflexivo Reconstruir, por exemplo, trabalha com homens envolvidos em violência doméstica. São reuniões, com temáticas variadas, uma vez por semana para ajudar na reconstrução familiar. Os assistidos são oriundos de atendimentos no CHAME. Há ainda o Núcleo de Promoção, Prevenção e Atendimento ás Vítimas de Tráficos de Pessoas, que além de acompanhar as mulheres, realiza o projeto ‘Educar é Prevenir’ nas escolas públicas do Estado.

A Procuradoria desenvolve ainda o projeto ‘A Vida Pede Passagem’, para conscientização sobre Feminicídio; o ‘Papo Reto’, no combate a exploração e abuso sexual de crianças e adolescentes, com capacitação e acompanhamento direto nas escolas; o ‘Olhos de Maria’, em parceria com a Igreja Adventista do Sétimo Dia através do projeto ‘Quebrando o Silêncio’, além do ‘Capacitação Legal’, com informações sobre legislação dentro das comunidades indígenas de Roraima.

Desde 2016, o Poder Legislativo disponibiliza a população o serviço ‘Zap Chame’, uma ferramenta virtual por meio do telefone 98402-0502, através do serviço de mensagem instantânea WhatsApp, e desde então recebeu mais de 318 pedidos de informação e denúncias sobre violência doméstica.

O CHAME funciona de segunda a sexta-feira, das 7h30 as 13h30, na rua Coronel Pinto, nº 524, no Centro de Boa Vista.

__________________________

A Comissão de Defesa dos Direitos Humanos, Minorias e Legislação Participativa, da Assembleia Legislativa de Roraima, reuniu no plenário no Plenário Noêmia Bastos Amazonas, na tarde de quarta-feira (7/3), representantes de órgãos públicos, movimentos sociais, entidades públicas ou sem fins lucrativos, além de instituições religiosas para discutir sobre acolhida de migrantes venezuelanos no Estado.

Esta audiência foi um pedido do Serviço Jesuíta a Migrantes (SJM) a comissão. Na plateia, além de brasileiros, um grupo de venezuelanos, empunhados com as bandeiras do Brasil e do país vizinho, acompanharam atentos a todas as explicações de cada participante da mesa. Entre eles, Gerson Rondon, de 22 anos que veio ao Brasil em dezembro do ano passado em busca de um futuro melhor.

E para sobreviver em Roraima, Rondon realiza trabalhos como servente de pedreiro, mesmo sendo técnico em eletricista. “Eu tenho que correr atrás de serviço, pedir, vender dindim, pedir comida”, disse ele.

Participaram da audiência pública o deputado estadual Carlos Bezerra Júnior (PSDB), da Assembleia Legislativa de São Paulo (ALESP), do Ministério Público Estadual (MPERR), Procuradoria da República, Defensoria Pública do Estado, Defensoria Pública da União, Polícia Federal, Corpo de Bombeiros Militar de Roraima, do Alto Comissariado das Organizações das Nações Unidas, Diocese de Roraima, Fraternidade sem Fronteiras, entre outros.

__________________________

A quantidade de multas de trânsito aplicada após a implantação dos radares de velocidade, conhecido popularmente como pardais, na cidade de Boa Vista, já está sendo classificada como a indústria das multas. Incomodado com a situação e por ter recebido inúmeras reclamações, o deputado Gabriel Picanço (PRP) se pronunciou contra a situação. “Tenho recebido muitas reclamações da população. Tenho amigos em Boa Vista que têm mais de dez multas, outros têm seis, quatro. Eu mesmo já tive aproximadamente 12 multas durante esse tempo e eu nunca fui multado na minha vida. Alguma coisa está errada. Quem projetou o tráfego ou não conhece a realidade de Boa Vista ou não conhece o Estado de Roraima”, avaliou.

Diante da problemática enfrentada, Picanço afirmou que iria acionar o Ministério Público do Estado de Roraima (MPRR) para investigar o caso. Conforme justificou, a investigação é cabível porque problemas semelhantes foram vivenciados pelos motoristas dos estados de Tocantins, Amapá e Amazonas.

“Nesses estados foi detectado que havia ‘armação’. Não podemos aceitar isso. Se 30% do povo de Boa Vista já está com problema, imagina daqui um ano, vamos perder mais de 50% da frota. 30% a 40% dos proprietários da frota de Boa Vista pertence a pessoas que fazem parte da classe média baixa, e que não aguentam pagar o IPVA (Imposto sobre Propriedade dos Veículos Automotores). Imagina pagar IPVA e mais a multa, que é três vezes o valor do IPVA”, analisou.

“Vou acionar o Ministério Público do Estado e pedir que fiscalize, que chame as empresas que projetaram os radares de velocidade para verificar e ver se tem como amenizar. É inconcebível, é inaceitável se multar mais de 60 mil pessoas em apenas dois meses. Tenho certeza que se for feito um levantamento hoje, já passam de 100 mil multas. o Ministério Público é que tem o poder para fazer essa investigação, então que faça com urgência e dê uma resposta para a sociedade”, complementou.

 

__________________________

A Escola do Legislativo – Cursos Preparatórios, Unidade Silvio Botelho, zona Oeste de Boa Vista, está com inscrições abertas para cursos de capacitação e preparatórios em várias áreas. As inscrições podem ser feitas na sede da instituição, localizada na rua Solón Rodrigues Pessoa, nº 1.313, de segunda a sexta-feira, das 8h às 22h.

Os interessados podem procurar a Escola do Legislativo e apresentar documentação pessoal, comprovante de residência e número pessoal para contato. Todos os cursos são gratuitos, com carga entre 8h a 32h, com certificado emitido pela instituição àqueles com mais de 75% de frequência nas aulas.

AULÃO – No dia 10 de março, a partir das 15h, haverá o aulão ‘Estratégias de Aprovação em Concurso Público’, com o professor Abel Mangabeira. A aula tem a proposta de preparar os cidadãos para enfrentarem os concursos públicos a serem realizados em Roraima e/ou em outros Estados da Federação, além de ensinar a organizar material e tempo para estudo, bem como finalidade e foco das necessidades.

Este aulão, iniciado em janeiro deste ano, percorreu cidades do interior que possuem um Núcleo da Assembleia Legislativa de Roraima, como Alto Alegre (95km), Rorainópolis (321km), Iracema (93km), Caracaraí (170km), Bonfim (124km) e agora a capital.

Confira a programação dos cursos e capacitações ofertados pela Escola do Legislativo – Unidade Silvio Botelho, em Boa Vista:

 

Cursos Início Fim Dias Horário
Arte de Falar em Público 07.3 08.3 4ª e 5ª 18h-22h
Informática para Concurso 12.3 28.3 2ª/4ª/6ª 8h-12h
Empreendedores do Futuro 12.3 14.3 2ª/3ª/4ª 14h-18h
Auxiliar Administrativo 12.3 16.3 2ª a 6ª 18h-22h
Resoluções de Questões da Língua Portuguesa 13.3 26.4 3ª e 5ª 8h-10h
Chefia e Liderança 19.3 21.3 2ª/3ª/4ª 18h-22h
Gestão de conflitos no ambiente de trabalho 26.3 28.3 2ª a 6ª 8h-14h
Oficina coaching motivacional e Marketing Pessoal 19.3 21.3 2ª a 6ª 8h-12h
Interpretação de texto 26.3 11.4 2ª a 6ª 14h-18h
Inglês Básico 02.4 30.5 2ª e 4ª 8h-10h
Inglês Intermediário 02.4 30.5 2ª e 4ª 10h-12h
Resoluções de Questões de Direito Constitucional   —   —    —      —
Teoria de Direito Constitucional   —   —    —      —