NOTÍCIAS INTERNACIONAIS – Tirada por Damir Sagolj, uma extraordinária fotografia de um menino morto, cujo corpo estava coberto por uma manta e os olhos cobertos por folhas, foi escolhida a “Foto do Ano de 2018” por um júri internacional na 4ª Premiação Fotográfica de Istambul…

0
19
Damir Sagolj: Bangladesh Leaves cover the eyes of 11 month old Rohingye refugee Abdul Aziz after his body was brought back to family shelter at Balukhali refugee camp near Cox's Bazar, Bangladesh few hours after he died December 4, 2017. Adbul Aziz, whose family fled Myanmar some two months ago, died at local clinic after suffering from high fever and severe cough for ten days, his mother said. (PRNewsfoto/Anadolu Agency)

NOTÍCIAS INTERNACIONAIS

VERGONHA ALHEIA

David Barreto, do Zulia FC, cometeu trucidades com um gato na Venezuela

Foto – Reprodução/Facebook

Dois jogadores do Zulia FC, time da Venezuela, foram expulsos da equipe após serem flagrados cometendo maus tratos com um gato.

As imagens de David Barreto girando o animal pelo rabo, em um prédio de pelo menos dois andares, caíram nas redes sociais e causaram polêmica no país.

Isso porque o atleta atirou o bicho em direção à rua. O felino se machucou na queda, mas não é possível saber se ele morreu.

Além de Barreto, Eduin Quero também foi expulso porque publicou o vídeo na internet.

O Zulia divulgou nota oficial ainda na segunda-feira, 09/04, e condenou os dois jogadores pelos maus tratos. No primeiro momentos, eles foram apenas afastados. Mas o caso foi analisado com cuidado e a diretoria anunciou nesta terça-feira que dispensou a dupla.

________________________________________________________________________

DOC

O documentário vegano de longa-metragem mais esperado, ‘Dominion’ teve ingressos esgotados na semana de estreia mundial na Austrália, em Melbourne, no dia 29 de março.

O filme é a continuação do aclamado documentário de 2014 do autor e diretor Chris Delforce “Lucent” o qual é um mergulho profundo na indústria de atividade suinícola australiana.

“Dominion” tem o objetivo de apresentar um quadro mais “amplo” como relato abrangente das numerosas maneiras pelas quais os animais são usados e abusados na Austrália, diz a descrição do trailer do filme no YouTube. “Por meio de imagens obtidas secretamente, o filme questionará a moralidade e a validade do nosso domínio sobre o reino animal e tende a fornecer conforme explicação réplica da Austrália ao “Earthlings” (Terráqueos”).

________________________________________________________________________

CUIDADO

Há algumas semanas, Cristina Young se despediu de seu cachorro de estimação, o pit bull Petey, e foi para o trabalho, como a jovem faz todos os dias.

Quando seu marido chegou em casa, imediatamente percebeu que algo estava errado: a mascote não correu até porta – algo que o cão sempre fez.

O motivo era dos mais tristes: o cachorro havia morrido enquanto seus tutores estavam no trabalho. Em luto, Cristina decidiu compartilhar a história da mascote no Facebook para alertar outros tutores de cães — e garantir que o mesmo não aconteça com eles. “Sinto que nós temos a obrigação de compartilhar o que aconteceu com o Petey na esperança de prevenir que isso aconteça novamente“, a jovem escreveu no Facebook.

“Nós nos desculpamos antecipadamente porque isso será muito difícil para escrever, mas eu sei que vale a pena“. Na publicação, Cristina revela que ela e o marido entraram em casa e viram o corpo do cachorro. “Nós vimos o nosso garotão já sem vida com um estúpido pacote de batatinhas na cabeça dele. Ele conseguiu pegá-las de cima do balcão. Agora nós nos sentiremos culpados para sempre por deixá-las lá. Ele comeu todos os salgadinhos, mas, é claro, retornou ao pacote procurando por migalhas…“.

“Ele não encontrava nada dentro da pacote, então todas as vezes que ele colocava a cabeça dentro do saco ele inalava, deixando a embalagem mais e mais apertada ao redor de sua cabeça, o que resultou no sufocamento“, escreveu Cristina.

A jovem, ainda chocada com o que aconteceu com sua mascote, decidiu fazer uma pesquisa. “O Petey era inteligente, então eu não conseguia entender por que ele não conseguiu remover o saco com as patas. As estatísticas da frequência desses acidentes são chocantes. De três a cinco animais de estimação sufocados são reportados todas as semanas e 42% desses sufocamentos acontecem enquanto os tutores estão no cômodo ao lado“, escreveu a mulher.

A jovem, então, conclui com mais um dado alarmante: “Demora apenas três minutos para que os níveis de oxigênio deles caiam para níveis fatais. Com a frequência desses acidentes, nós ficamos chocados ao descobrir a falta de conscientização das pessoas“, escreveu Cristina. “Em 90% dos casos reportados, o dono nunca tinha ouvido falar nessa questão até que o acidente aconteceu. Sacos de salgadinhos, caixas de cereais, sacos de pão ou pipoca, sacolas com petiscos para cães e gatos parecem ser os itens mais comuns“.

________________________________________________________________________

THE BEST

Tirada por Damir Sagolj, uma extraordinária fotografia de um menino morto, cujo corpo estava coberto por uma manta e os olhos cobertos por folhas, foi escolhida a “Foto do Ano de 2018” por um júri internacional na 4ª Premiação Fotográfica de Istambul.

A foto foi tirada no campo de refugiados de Balukhali, em Bangladesh.

O menino Abdul Aziz e sua família haviam fugido de Myanmar dois meses antes de sua morte por febre. Infelizmente, Abdul Aziz não é a única criança vítima dos contínuos conflitos na região.

Kevin Frayer ganhou o primeiro prêmio na categoria “Story News”, com foto que tirou para a Getty Images. Lukas Schulze ganhou o primeiro prêmio na categoria “Single Sports”, enquanto Pavel Volkov ganhou o primeiro prêmio na categoria “Story Sports”, com sua série de fotos tiradas para o jornal Vechernaya Moskva. Marcus Yam ganhou o primeiro prêmio na categoria “Story Nature & Environment” com seu trabalho para o Los Angeles Times.

Para conferir todos os ganhadores, visite  http://istanbulphotoawards.com/.