NOTÍCIAS NACIONAIS – Foto – Divulgação – A presbiopia é popularmente conhecida como “vista cansada”. É uma alteração fisiológica da visão de curta distância. Por volta dos 40 anos de idade, a musculatura dos olhos (aquela que serve para trazer o foco da visão para a curta distância) já não funciona da mesma forma como antes. Assim, ocorre a piora da visão nas atividades de perto, que começa a ser sentido na leitura de letras pequenas e observação de pequenos detalhes…

0
33
Hemisfério Óptico (PRNewsfoto/Hemisfério Óptico)

NOTÍCIAS NACIONAIS

MAUS TRATOS

Foto – Divulgação

Uma cena bastante triste chamou a atenção de quem passava por uma rua do bairro São Vicente, nesta semana, em Vitória da Conquista.

Um cavalo que puxava uma carroça caiu no chão e começou a se debater.

Segundo informações de moradores e quem passava pela rua, o animal estava muito fraco, cansado, com fome e aparentava ter marcas de maus tratos.

A vizinhança chegou a levar água e comida para o animal. Que momentos depois conseguiu levantar. As pessoas disseram que reclamaram bastante com o dono do animal. A polícia chegou a ser chamada, mas o carroceiro e o cavalo foram embora antes da chegada dos policiais.

Caso você presencie maus-tratos a animais de quaisquer espécies, sejam domésticos, domesticados, silvestres ou exóticos vá à delegacia de polícia mais próxima para lavrar o Boletim de Ocorrência (BO), ou compareça à Promotoria de Justiça do Meio Ambiente.

A pena prevista para quem pratica esse tipo de crime é de detenção de três meses a um ano e multa.

——————————————————————————————————

OLHOS

A presbiopia é popularmente conhecida como “vista cansada”. É uma alteração fisiológica da visão de curta distância. Por volta dos 40 anos de idade, a musculatura dos olhos (aquela que serve para trazer o foco da visão para a curta distância) já não funciona da mesma forma como antes. Assim, ocorre a piora da visão nas atividades de perto, que começa a ser sentido na leitura de letras pequenas e observação de pequenos detalhes.

A reação natural é tentar afastar um pouco os objetos dos olhos, na tentativa de facilitar a visão. Infelizmente, com o avançar do problema, os óculos passam a ser necessários.

Sabe-se que a presbiopia evolui conforme a idade, porém não existe uma correspondência exata entre a idade do indivíduo e o valor da adição prescrita ao mesmo. Na prática, os erros refracionais em visão de longe, influenciam no valor prescrito da adição. No Brasil, 2/3 da população presbita é emetrope na visão de longe, portanto, é comum a prescrição de adições mais baixas se comparadas as prescrições para europeus, por exemplo, que possuem incidência maior de hipermetropia.

Com o envelhecimento natural do corpo, o cristalino, uma das estruturas oculares responsáveis pela boa visão, não consegue mais se adaptar perfeitamente a imagem de algo muito próximo.

Praticamente todas as pessoas após os 50 anos de idade enfrentarão algum grau de presbiopia.

Os míopes podem continuar com a visão de perto preservada enquanto a miopia for maior que o grau da presbiopia.

Quando a presbiopia avança, esses indivíduos que sempre tiveram a visão boa para perto, começam a sentir os incômodos do embaçamento e da visão borrada para perto.

Ainda, algumas doenças podem predispor ao aparecimento precoce da presbiopia. É o caso de indivíduos com diabetes, esclerose múltipla, hipotireoidismo e algumas outras doenças – nesses casos, o risco de presbiopia acontecer antes dos 40 anos aumenta.

Além disso, alguns medicamentos como antidepressivos, anti-histamínicos e diuréticos também aumentam as chances de presbiopia precoce.

Os sintomas comuns desta alteração ocular são:

1) Dificuldade em ver letras e imagens muito pequenas.

2) Visão borrada mesmo em distância normal de leitura.

3) Dores de cabeça ou cansaço ocular após atividades que exijam a visão de perto.

4) Distanciar dos olhos um livro/jornal/revista para conseguir enxergar.

——————————————————————————————————

CRUELDADE HUMANA

Foto – Divulgação

Incomodados com um forte mau cheiro que parecia de cadáver, moradores da Rua 4 na Granja do Torto, acionaram a Polícia Militar na manhã de segunda-feira (29/10).

No local, havia um cachorro morto, amarrado a uma corrente, dentro de uma casinha. O caso de maus-tratos foi constatado por policiais militares do Batalhão Ambiental (BPMA) e repassado a investigadores da Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente (Dema), da Polícia Civil.

No momento em que os PMs chegaram, não havia ninguém na casa onde o cão morreu. Segundo os policiais que atenderam a ocorrência, é a segunda vez que o proprietário do local é acusado de maus-tratos a animais. Antônio Ribamar Aguiar de Castro, 59 anos, já responde a um Terno Circunstanciado na Dema. Os policiais tentaram localizar o morador, mas ele não estava no imóvel.

De acordo com a advogada Ana Paula Vasconcelos, além da violência cometida contra o cachorro, os moradores vizinhos não estão conseguindo ficar em casa.

Revoltados com a situação, vizinhos filmaram e fotografaram a situação em que o cachorro estava. Um deles chega a comentar, no vídeo, que se tornou impossível até cozinhar em razão do forte odor.

O caso de segunda (29) foi anexado ao Termo Circunstanciado que já estava em apuração na Dema. Foi ratificado que o cão, alvo dos maus-tratos, acabou morrendo.

——————————————————————————————————

AGENDA

Mesmo com um cenário econômico brasileiro desfavorável, o segmento PET está crescendo no Brasil. Esse mercado chegou a marca de R$ 19 bilhões em 2017 e já é considerado o segundo maior do mundo, no que se refere a população de animais domésticos.

Nesse contexto, entre os dias 06 a 08 de novembro, o Riocentro recebe a 11ª edição da Riovet Trade Show, feira nacional de negócios e entretenimento do mercado PET.

Idealizada por Miriam Vaz Prista, CEO do Grupo LK, a feira terá entre as novidades desta edição o VII Congresso Estadual ANCLIVEPA/RJ (Associação Nacional de Clínicos Veterinários de Pequenos Animais) com a presença de diversos palestrantes, além do Fórum de Empreendedores, com profissionais que vão abordar assuntos relacionados ao segmento PET em workshops e seminários.

A entrada para a área de exposição do evento é gratuita para profissionais do setor, e as inscrições podem ser feitas pelo site: http://riovet.rio.br/

O evento também será palco do RioGroom, um torneio nacional de estética canina e do curso Top Groomers. Outra novidade é o concurso Desafio Supercão, um campeonato de esportes radicais para cães e seus tutores.

Riovet Trade Show 2018

Riocentro – Av. Salvador Allende, 6555 – Barra da Tijuca

De 06 a 08 de novembro de 2018

Horário de Funcionamento:

Terça-feira 06/11 | 12 às 20h / Quarta-feira 07/11 | 12 às 20h / Quinta-feira 08/11 | 12 às 20h

Para mais informações confira o site http://riovet.rio.br