NOTÍCIAS DE RORAIMA – As provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2018 serão aplicadas nos domingos 4 e 11 de novembro, no horário oficial de Brasília. Os participantes precisam ficar atentos, pois o primeiro domingo de prova coincide com o início do horário brasileiro de verão, que começa à 0h do dia 4 de novembro…

0
36

NOTÍCIAS DE RORAIMA

BOLSA

Foi publicado no O Globo que o governador eleito de Roraima , Antônio Denarium (PSL ), pretende incluir famílias brasileiras de outros estados no acolhimento de refugiados venezuelanos .

Elas receberiam uma “ajuda de custo” governamental para abrigar os imigrantes por até seis meses em suas casas.

A ideia, segundo ele, seria desafogar o fluxo na fronteira com Roraima. Até então, a chamada interiorização de refugiados que fogem da crise na Venezuela tem sido feita em parceria com abrigos públicos e de caridade, em um processo liderado por governos locais e o federal.

A novidade se junta a outras propostas sobre imigração que tinham sido sinalizadas por Denarium desde a campanha. Algumas delas pretendem endurecer o controle na fronteira, como a exigência de certificado de vacinação e comprovante de antecedentes criminais. O futuro governador esteve em Brasília esta semana para conversas com deputados, senadores e integrantes da equipe de transição do presidente eleito, Jair Bolsonaro.

Cerca de 5,5 mil venezuelanos vivem em abrigos de Boa Vista e Pacaraima, segundo dados da Casa Civil da Presidência da República. Nesta semana, o Ministério da Defesa e a Agência da ONU para os Refugiados (Acnur) inauguraram o 13º abrigo do estado, com capacidade para cerca de mil pessoas. Denarium não precisou qual seria o valor dessa potencial ajuda recebida pelas famílias acolhedoras, mas afirmou que “é óbvio” que um estado com 600 mil habitantes não tem infraestrutura para atender “ao aumento de 20% da população em menos de um ano”.

Eleito em Roraima com 53,34% dos votos válidos, o governador que assume em janeiro nunca tinha se candidato em eleições. Nascido em Anápolis, no estado de Goiás, Denarium tem 54 anos e fez carreira como empresário do setor agropecuário em Roraima. Seu mote de campanha foi ser novo na política – lema adotado pelo PSL praticamente em todos os estados em que concorreu – e a promessa de melhorar o serviço público, com foco no setor produtivo, agropecuário e industrial. Mas, no estado que virou símbolo da dimensão da crise humanitária venezuelana, a política para imigração ganhou holofotes na campanha. E despertou declarações com projetos polêmicos, como de restrição do acesso à fronteira. Denarium nega qualquer intenção de fechar a fronteira ou de, como chegou a ser sugerido por um então candidato Bolsonaro, construir campos de refugiados.

Denarium afirma que já se reuniu, em Brasília, com a Comissão de Direitos Humanos. Na próxima semana, encontrará a atual governadora, Suely Campos (PP). E espera ampliar as conversas com organizações da sociedade civil e ONGs internacionais.

O acolhimento de refugiados de diferentes nacionalidades por famílias e comunidades locais, como sugere agora o governador eleito, já existe em países como Canadá, Suécia e Reino Unido. É chamado de “reassentamento comunitário”. Mas, normalmente, os moradores recebem refugiados que ainda não chegaram ao país de acolhida, e não costumam receber ajuda de custo governamental. São voluntários. O governo arca apenas com despesas de passagem e garante o acesso das famílias de imigrantes a serviços básicos de saúde, educação e capacitação profissional. Na América Latina, há exemplos semelhantes na Argentina e no Chile, com famílias de refugiados sírios. A discussão sobre aplicar um modelo parecido no Brasil já acontecia dentro da Casa Civil mas, com as eleições no caminho, provavelmente só avançará após a transição de governo.

Segundo o Comitê Nacional para os Refugiados (Conare), do Ministério da Justiça, há cerca de 133 mil processos de pedido de refúgio abertos no Brasil – 77 mil deles apenas de venezuelanos.

——————————————————————————————————

PANELAS DE BARRO

Nos dias 8, 9 e 10 de novembro será realizada a 5a. Edição do ANNA KOMANTO ESERU – Festival das panelas de Barro na Comunidade indígena Raposa I/ TIRSS.

VALE CONFERIR!

——————————————————————————————————

AVANÇO

Banco Mundial Brasil divulgou Na quarta-feira, 31/10, os resultados do relatório Doing Business 2019.

O Brasil avançou 33 posições no ranking de comércio exterior, subindo da 139ª para a 106ª colocação.

Importante ressaltar que, nos últimos três anos, consecutivamente, o comércio exterior brasileiro aperfeiçoa o posicionamento nesse relatório.

Essa melhora constante reflete os esforços do MDIC, principalmente as ações de facilitação de comércio, com destaque para o Portal Único de Comércio Exterior.

Os certificados de origem digitais também foram destacados no DoingBusiness, por reduzirem a burocracia em relação à sua versão em papel.

A elaboração e a implementação de ações de facilitação de comércio são parte constante do trabalho. E são importantes para o dia a dia das empresas e para o desenvolvimento da atividade comercial.

Na colocação geral, o Brasil também melhorou sua posição, passando da 125ª para a 109ª colocação. Outra ação coordenada pelo MDIC colaborou diretamente para esse resultado, a Rede Nacional para Simplificação do Registro e Legalização de Empresas e Negócios, a Redesim. Essa iniciativa permitiu, por exemplo, a redução do tempo médio de abertura de uma empresa, que passou de 101 para menos de 7 dias na cidade de São Paulo.

O relatório considera 128 economias mundiais que implementaram 314 reformas no último ano para facilitação de negócios. Essas reformas beneficiaram pequenas e médias empresas e novos empreendedores. De acordo com o BancoMundial, essas mudanças possibilitam a criação de empregos e estimulam investimentos privados.

——————————————————————————————————

BOLETIM TJRR

Devido ao feriado (?) de todos os santos no dia 1 de novembro, e finados no dia 2 de novembro,  não haverá expediente no Tribunal de Justiça de Roraima (TJRR) nesses dois dias.

A suspensão do expediente está prevista no Código de Organização Judiciária do Estado de Roraima (Cojerr), lei complementar nº 221, de 9 de janeiro de 2014, Art. 93, II.

O Judiciário Estadual funcionará em regime de plantão para os casos urgentes, conforme escalas previamente definidas pela Presidência e Corregedoria-Geral de Justiça.

Os prazos processuais que vençam neste período ficam automaticamente prorrogados para o dia 5 de novembro, na próxima segunda-feira.

Plantão da Judicial (1ª Instância) (95) 8404-3085

Plantão da Justiça Móvel (ônibus) (95) 8404-3099

Plantão da Vara Itinerante (95) 8404-3091

Plantão da Justiça de Trânsito (95) 8404-3086

Plantão Judicial (2ª Instância) (95) 8404-3123

—————————————————————–

O projeto Maria vai à Escola do Tribunal de Justiça de Roraima idealizado pela Coordenadoria Estadual da Mulher em situação de Violência Doméstica e Familiar, em parceria com a Secretaria Municipal de Educação, receberá em dezembro, o Selo Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP) 2018 e Casoteca de Práticas Inovadoras no Enfrentamento à Violência contra a Mulher.

Conforme a Comissão de Seleção, que se reuniu em São Paulo, para discutir as visitas realizadas pelos pesquisadores às iniciativas finalistas, “o processo foi extremamente concorrido, dada a altíssima qualidade dos projetos”.

No dia 17 deste mês, o projeto recebeu a visita da pesquisadora/avaliadora do Fórum Brasileiro de Segurança Publica, Marina Pinheiro, que veio ver como o projeto se dá na prática.

O Maria vai à Escola foi selecionado para a segunda fase de avaliação para o Selo Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP) 2018 e Casoteca de Práticas Inovadoras.

O Selo FBSP de Práticas Inovadoras é uma iniciativa que tem como objetivo reconhecer práticas desenvolvidas pelas instituições policiais e guardas municipais e por órgãos da segurança pública ou Justiça em articulação com outros órgãos do poder público municipal ou estadual e/ou sociedade civil, com potencial de transformação dos cenários de violência contra a mulher.

A Casoteca FBSP de Práticas Inovadoras é um acervo de práticas, ações e projetos desenvolvidas pelas Polícias e Guardas Municipais e documentadas pela equipe do Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

Projeto Maria Vai a Escola – Começou em 2015 e até o momento foram beneficiadas 14 escolas municipais da capital com grade de 8 aulas, atendendo aproximadamente 1.700 alunos que cursam o 5º ano do Ensino Fundamental.

——————————————————————————————————

MAPEAMENTO

A partir de 2019 o Conselho de Arquitetura e Urbanismo de Roraima (CAU/RR), vai a campo mapear e oferecer meios para implantação de oferta de assistência técnica gratuita às famílias com renda de até três salários mínimos que, de alguma, forma estejam ou pretendam reformar casas.

A proposta faz parte da política púbica adotada pelo Conselho em todo o Brasil, conforme a Lei Nº 11.888/2008 que garante a famílias de baixa renda o acesso gratuito ao trabalho técnico de profissionais especializados.

O novo projeto Assistência Técnica em Habitação de Interesse Social (ATHIS) do CAU/RR já começou pelo mapeamento de 13 das 14 cidades do interior de Roraima como Rorainópolis, Alto Alegre e Mucajaí, esta última escolhida para desenvolver o projeto piloto. O município escolhido tem área de 12.751 km² e está a 58 km distância da capital Boa Vista.

As visitas foram feitas para diagnosticar a viabilidade do ATHIS e descobrir que tipo de projeto poderia ser aplicado. Com relatórios prontos, agora será a vez de articular com a Universidade Federal de Roraima (UFRR), Engenheiros sem Fronteiras, Instituto de Arquitetura do Brasil (IAB/RR) e prefeituras. A Gerente geral do CAU/RR, a arquiteta Ingrid Souza, disse que tudo está encaminhado.

O projeto visa promover melhor qualidade de vida aos moradores do interior do estado de Roraima, oferecendo projetos de reformas às edificações, frutos de autoconstrução, onde a mão-de-obra voluntária será empregada através de convênio com entidades. Ao final, com o levantamento dos contemplados, cada Prefeitura implementará o benefício.

Fases de implementação do ATHIS CAU/RR

1) Fiscalização no interior do estado de Roraima, nos 14 municípios, a fim de realização de levantamento de demanda (em processo);

2) Realização de relatório detalhado, inclusive com Relatório fotográfico, e atestado de munícipe, informando de não ser contemplado pela Assistência Técnica (em processo);

3) Encaminhamento via ofício, para cada prefeito, da sugestão de Proposta de Projeto de Assistência Técnica, a ser implementada, prazo de 10 dias úteis para retorno positivo;

4) A partir do retorno positivo, o CAU/RR deverá se comprometer a instruir as prefeituras na elaboração e aplicação do(s) projeto(s) de Assistência Técnica voltado para as áreas de competência.

Diagnóstico confirma que cidades de Roraima praticam autoconstrução

Entre as inúmeras atribuições do arquiteto e urbanista está aquela de considerar o programa de necessidade individualizado, associando-o a critérios fundamentais como aproveitamento de recursos naturais tornando a vida das pessoas mais agradável por meio da concretização do sonho da casa própria adequada.

Pesquisas revelam que mais de 85% dos brasileiros constroem e reformam sem orientação de arquitetos e urbanistas ou afins. Esse número foi levantado a partir da pesquisa realizada pelo CAU/BR e pelo Instituto DataFolha, em 2015.

Um diagnóstico feito pela fiscalização do CAU/RR, que teve início em agosto deste ano, foi detectado que a maioria das pessoas nos municípios adotam a autoconstrução, prática que desperdiça material, tempo e dinheiro. Segundo a analista de fiscalização do CAU/RR, Lívia Dourado, nas entrevistas que conseguiu no interior, muitos alegam a falta de dinheiro para contratar profissionais do mercado e principalmente a ausência da oferta desse tipo de serviço.

Segundo a analista, o ATHIS vai introduzir e estreitar o relacionamento entre profissional de arquitetura e urbanismo e população carente, dando acesso às melhores práticas para que tenham habitação adequada e realmente habitável.

——————————————————————————————————

BOLETIM IFRR

Foto – Divulgação

Faltando menos de dez dias para o encerramento das inscrições ao Processo Seletivo e ao Vestibular do Campus Boa Vista do Instituto Federal de Roraima (CBV-IFRR), o número de inscritos já ultrapassa 3 mil. As inscrições seguem até o dia 5 de novembro, exclusivamente pela internet, por meio do sistema de inscrições on-line, no endereço https://certame.ifrr.edu.br/.

Apesar desse número de inscritos, boa parte ainda não efetuou o pagamento da taxa de inscrição. O alerta dos integrantes da Comissão Permanente de Processos Seletivos (CCPS) é para que os candidatos não deixem para a última hora, para evitar problemas de acesso ao sistema de inscrição.

Vagas – Estão sendo ofertadas 175 vagas para os cursos técnicos integrados ao ensino médio de forma integral e 144 para os cursos superiores. Os editais estão disponíveis no endereço http://boavista.ifrr.edu.br, no menu “Processo seletivo e vestibular”.

Inscrições – A CPPS colocou à disposição (exceto nos fins de semana) um posto com acesso à internet para a realização das inscrições, no horário das 8h30 às 11h30 e das 14h30 às 17h30. O próprio candidato se responsabilizará pela efetivação de sua inscrição.

Provas – As provas serão aplicadas no dia 18 de novembro, no CBV e também em escolas estaduais a serem definidas.

—————————————————————–

As provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2018 serão aplicadas nos domingos 4 e 11 de novembro, no horário oficial de Brasília.

Os participantes precisam ficar atentos, pois o primeiro domingo de prova coincide com o início do horário brasileiro de verão, que começa à 0h do dia 4 de novembro.

Com isso, o Enem será aplicado em quatro fusos horários diferentes no País. Em Roraima, Rondônia e Amazonas (com exceção de 13 municípios da região sudoeste amazonense), a abertura dos portões, no primeiro dia de provas, será às 10h, e o fechamento às 11h, horário local. Ninguém poderá entrar depois de os portões fecharem. O início das provas será às 11h30; o término, às 17h.

Os itens obrigatórios aos candidatos são caneta esferográfica de tinta preta fabricada com material transparente e documento oficial de identificação original com foto – Confira os documentos válidos.

É proibido utilizar borracha; caneta de material não transparente; corretivo; dispositivos eletrônicos como calculadoras, agendas eletrônicas, telefones celulares, smartphonestabletsipods, gravadores, pen drive, mp3, relógio, alarmes; fones de ouvido; gravador ou receptor de dados imagens; vídeos e mensagens; impressos e anotações; lápis; lapiseira; livros.

Neste domingo, 4, serão aplicadas as provas de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias/Redação/Ciências Humanas e suas Tecnologias. No dia 11 de novembro, será a vez das provas de Ciências da Natureza e suas Tecnologias/ Matemática e suas Tecnologias. O gabarito e os cadernos de questões serão publicados em 14 de novembro.

O Enem é a maior prova realizada por estudantes brasileiros, sendo considerada também uma das maiores do mundo. As notas são usadas para ingresso no ensino superior e obtenção de bolsa de estudo ou financiamento do governo, que as utiliza como parte do critério de seleção nos seus programas de acesso ao ensino superior.

—————————————————————–

Mais um curso superior do Campus Boa Vista do Instituto Federal de Roraima (CBV-IFRR) alcançou o conceito 4 em recente avaliação do Ministério da Educação (MEC). Desta vez foi o curso de Licenciatura em Letras-Espanhol e Literatura Hispânica.

Em 2017, outros dois cursos também obtiveram conceito 4, os cursos superiores de Tecnologia em Gestão do Turismo (TGT) e Tecnologia em Gestão Hospitalar (TGH).

A comissão de avaliação, composta pelos professores Sonia Melchiori Galvão, da Faculdade São Bernardo do Campo, e Vicente Volnei de Bona Sartor, da Escola Superior de Criciúma, esteve no CBV, no período de 21 a 25 de novembro.

O curso foi autorizado em 2006 e reconhecido pelo MEC por meio da Portaria 45/2015. De lá para cá, tem avançado no campo do ensino, da pesquisa e da extensão, com o envolvimento dos acadêmicos em diversas atividades que contribuem para a formação profissional dos futuros professores. Para a diretora do Departamento de Graduação do Campus Boa Vista (DEG-CBV), professora Ana Aparecida Vieira de Moura, que também já foi coordenadora do curso, esse resultado é a soma de esforços.

Ainda segundo a avaliação da diretora de graduação, há que se investir mais, por exemplo, na ampliação do acervo bibliográfico do curso, bem como na infraestrutura institucional no que tange à acessibilidade, o que já havia sido apontado nas avaliações de outros cursos superiores do campus. Mas isso não representou impedimento para que o curso fosse bem avaliado.

A diretora-geral do CBV, professora Joseane de Souza Cortez, também atribui o resultado satisfatório ao compromisso de todos os que atuam no curso, além dos gestores.

A professora Sandra Mendes de Sousa Silva assumiu a coordenação do curso há apenas três meses e já encarou o desafio de receber a comissão.

A avaliação foi comemorada também pelo reitor do IFRR em exercício, professor Nadson Castro dos Reis, que destacou o trabalho incansável da equipe do CBV.

Avaliação – A avaliação para renovação de reconhecimento dos cursos superiores é realizada pelo Ministério da Educação (MEC) com instrumentos elaborados, de forma conjunta, pela Comissão Nacional de Avaliação da Educação Superior (Conaes) e pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

Durante o processo de avaliação, a comissão realiza diversas reuniões com a equipe gestora, com a coordenação do curso, com os alunos, com os professores e com os integrantes de comissões, a exemplo da Comissão Própria de Avaliação (CPA). Além disso, realiza visitas às dependências do campus, incluindo setores administrativos e pedagógicos, salas de aula e laboratórios, e também analisa documentos institucionais.

—————————————————————–

Os microdados da classificação das escolas no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2017 colocam o Instituto Federal de Roraima (IFRR) como primeiro colocado entre as escolas públicas locais. No ranking, a instituição aparece com a segunda melhor média, 582 pontos. Em 1.º lugar, figura uma escola particular da Capital, com 610 pontos.

Outro bom resultado refere-se às escolas da rede pública federal, que figuraram entre as dez primeiras colocadas: IFRR (2.º), Colégio da Aplicação (4.º) e Escola Agrotécnica da Universidade Federal de Roraima (9.º). As demais rankeadas são da rede privada de Boa Vista. Oranking considera as notas da prova objetiva e da redação. A fonte é o Blog do Enem.

A principal finalidade do Enem é a avaliação do desempenho escolar e acadêmico ao final do ensino médio. Os resultados podem ser usados para garantir ao participante o acesso à educação superior e a programas governamentais de financiamento estudantil, como o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

Entre os programas de acesso à educação superior estão o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e o Programa Universidade para Todos (Prouni). Para o Enem 2018, a inscrição do participante caracteriza o seu consentimento formal para a utilização das suas notas e informações, incluindo as do Questionário Socioeconômico, em estudos e programas governamentais do Ministério da Educação.

 

  COLÉGIOS TIPO MÉDIAS (objetivas e redação)
1 INTEGRADA COLMEIA LTDA (CE) Privada 610
2 DE RORAIMA (IFECT) Federal 582
3 INSTITUTO BATISTA DE RORAIMA (ESCOLA) Privada 580
4 DE APLICACAO DA UFRR (COLÉGIO) Federal 577
5 INSTITUTO SION Privada 575
6 OBJETIVO MACUNAIMA (CE) Privada 572
7 CLARETIANO-COLEGIO Privada 570
8 SESC (CE) Privada 561
9 AGROTECNICA DA UFRR (ESCOLA) Federal 534
10 COLÉGIO EDUCACIONAL E CURSOS – CUCA Privada 532
11 PROFESSOR ESC DE EDUC BAS E FUNDACAO BRADESCO BV RR Privada 532
12 CARLOS DRUMOND DE ANDRADE (EE) Estadual 523
13 ESCOLA ESTADUAL LOBO DALMADA Estadual 513
14 PROFESSOR HILDEBRANDO FERRO BITENCOURT (EE) Estadual 507
15 AYRTON SENNA DA SILVA (EE) Estadual 503
16 GONCALVES DIAS (EE) Estadual 502
17 ANA LIBORIA (EE) Estadual 494
18 ESC EST PROFª VITORIA MOTA CRUZ Estadual 493
19 PROFESSOR CAMILO DIAS (EE) Estadual 489
20 PROFESSORA MARIA DOS PRAZERES MOTA (EE) Estadual 480
21 ESCOLA ESTADUAL MARIO DAVID ANDREAZZA Estadual 478
22 MAJOR ALCIDES RODRIGUES DOS SANTOS (EE) Estadual 476
23 LUIZ RIBEIRO DE LIMA (EE) Estadual 474
24 PROFESSORA MARIA DAS DORES BRASIL (EE) Estadual 471
25 JESUS NAZARENO DE SOUZA CRUZ (EE) Estadual 471
26 ESC EST OLAVO BRASIL FILHO Estadual 471
27 PRESIDENTE TANCREDO NEVES (EE) Estadual 470
28 PROFESSOR ANTONIO CARLOS DA SILVA NATALINO (EE) Estadual 468
29 PROFESSORA MARIA DAS NEVES REZENDE (EE) Estadual 466

Fonte: https://blogdoenem.com.br/resultado-enem-boa-vista/

—————————————————————–

Foto – Nenzinho Soares

Campus Avançado Bonfim do Instituto Federal de Roraima (IFRR) publicou  edital com 35 vagas para o processo seletivo de ingresso no curso Técnico em Administração na forma subsequente, ou seja, para quem concluiu o ensino médio. Com ingresso para o primeiro semestre de 2019, o curso oferta vagas para o período noturno.

As inscrições são gratuitas e ocorrem de 21 de novembro a 5 de dezembro, de forma presencial, na sede provisória do campus –  Escola Estadual Argentina Castelo Branco, localizada na Rua Rodrigo Pires Figueiredo, n.º 44, Centro, Bonfim. O processo seletivo consistirá na análise do Histórico Escolar do ensino médio.

No ato da inscrição, o candidato deverá apresentar cópia e original dos seguintes documentos: ficha de inscrição (disponível no Anexo II do edital) preenchida; Histórico Escolar do ensino médio ou declaração parcial do Histórico Escolar (para os que concluirão o ensino médio no 2.° semestre de 2018); documento de identificação com foto expedido por órgão oficial; e comprovante de residência.

A análise curricular, de caráter classificatório, consiste na análise do desempenho no ensino médio com base nas médias finais das disciplinas de Português e Matemática. As vagas estão divididas entre ampla concorrência, pessoas com necessidades especiais e ação afirmativa, conforme as normas do Edital 002/2018.

Quem concorrer às vagas para pessoa com deficiência deverá entregar, no CAB, no período de 26 a 28 de dezembro de 2018, laudo médico original que ateste o tipo e o grau da deficiência, com expressa referência ao código correspondente da Classificação Internacional de Doenças (CID) e à provável causa da deficiência, o qual deve ser emitido com, no máximo, 90 dias.

O curso tem um ano e meio de duração e busca formar profissionais capazes de, entre outros aspectos, executar funções de apoio administrativo e operar sistemas de informações gerenciais de pessoal e de material.

——————————————————————————————————

BOLETIM UFRR

O I Encontro das Licenciaturas de Roraima ocorre entre os dias 5 e 6 de novembro, no Centro Amazônico de Fronteiras (CAF/UFRR). As inscrições para participar do evento são gratuitas e podem ser feitas na página: https://www.even3.com.br/pibidprp.

O encontro será realizado simultaneamente com o XI Seminário Institucional do PIBID e o I Seminário Institucional de Residência Pedagógica. O tema do evento é “Discutindo a formação do docente no contexto Amazônico”.

A proposta é debater o cenário educacional, com atenção especial à formação de docentes na região amazônica. A reestruturação do Programa de Iniciação à Docência (PIBID) e a implantação do Programa de Residência Pedagógica (PRP) também serão pautas da atividade.

A programação contém: palestras, oficinas, relatos de experiências, mesa redonda e fórum de coordenadores.  O evento é organizado pela Universidade Federal de Roraima, em parceria com Instituto Federal de Roraima (IFRR) e a Universidade Estadual de Roraima (UERR).

Contato (entrevistas): 36213156 – João Paulino da Silva Neto- Presidente/ Representante PIBID

——————————————————————————————————

BOLETIM ALERR

A Escola do Legislativo – Cursos Preparatórios, Unidade Silvio Botelho, está com inscrições abertas para uma revisão específica para o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio).  O aulão será realizado nesta sexta-feira (2/11), feriado do Dia de Finados, com aula das 8h às 12h e das 14h às 18h.

Os interessados podem confirmar a participação diretamente na Escola do Legislativo, Unidade Silvio Botelho, localizada na avenida Sólon Rodrigues Pessoa, nº 1.313. É necessária a apresentação de um documento oficial com foto. Ao todo, serão 200 vagas. Tanto a aula, quanto o material disponibilizado pela instituição são gratuitos.

Serão ministradas aulas de Redação, História, Português/Literatura e Geografia, mesma temática da primeira prova do Enem, que será realizada no domingo (4) em todo o país. Roraima registrou mais de 14 mil inscritos no exame neste ano, segundo o INEP (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira).

Mais informações pelo telefone 0800 095 0047.

Confira os horários de cada disciplina

 

Disciplina Horário Professor
Português/Literatura 8h às 10h Laeny e Tayslany
Geografia 10h às 12h Josecyr
Redação 14h às 16h Vanessia
História 16h às 18h Kleber

 

—————————————————————–

Aprimorar o currículo profissional, estudar ou trabalhar no exterior, ou ainda aprender um idioma para se sair bem nas viagens de férias é o objetivo de muitos estudantes de línguas estrangeiras da Escola do Legislativo – Cursos Preparatórios, Unidade Silvio Botelho, em Boa Vista.

Para a diretora da Escola do Legislativo, Cristina de Mello, dominar outro idioma é um diferencial na vida pessoal, profissional e acadêmica, seja na hora de concorrer a uma vaga no mercado de trabalho ou em universidades mundo a fora. “Hoje, nos concursos, na prova do Enem [Exame Nacional do Ensino Médio] ou no vestibular, a língua estrangeira é bem importante”, afirma.

A diretora ressalta ainda o fato de Roraima ser um estado fronteiriço com dois países, a Venezuela e Guiana, o que pode influenciar na comunicação entre as pessoas.

INGLÊS E ESPANHOL – Nesta semana, duas novas turmas, de inglês e espanhol intermediário, iniciam as atividades. As aulas trabalham a gramática escrita e principalmente a conversação. Com a previsão de 130 alunos em cada turma, ainda há vagas abertas.

Os interessados podem procurar a Unidade Silvio Botelho, localizado na rua Solón Rodrigues Pessoa, nº 1.313, na zona Oeste da Capital e levar original e cópia de um documento oficial com foto, do CPF e comprovante de residência e uma foto 3×4. Ao final, todos receberão certificados.

 —————————————————————–

O Procon Assembleia ingressou com uma Ação Civil Pública na 4ª Vara da Justiça Federal da 1ª Região contra a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), para que seja imediatamente suspensa a resolução que autoriza a Eletrobrás Distribuição Roraima a reajustar em até 38,90% a tarifa das contas de energia elétrica dos consumidores roraimenses.

O Serviço de Orientação e Defesa do Consumidor, ligado à Assembleia Legislativa do Estado de Roraima (ALE-RR), pediu na ação, com pedido de liminar, que a Justiça proíba cobranças indevidas na fatura de energia dos consumidores relacionadas ao reajuste. O órgão também quer que Eletrobras e a Aneel informem os motivos que resultaram no aumento da tarifa, por meio da imprensa e com base em laudos técnicos, perícias, auditorias e processos administrativos fundamentados.

A notícia do reajuste não foi bem recebida pela população, que há mais de um ano sofre por um lado com os reiterados reajustes e por outro com as constantes suspensões no fornecimento. O reajuste de 38,90% atinge o comércio, consumo residencial, iluminação pública e rural. O aumento autorizado para setor da indústria é de 37,03%.

“Trata-se de um aumento assombroso nas tarifas de energia, a assolar o modo de vida de milhares de pessoas, e não somente consumidores, bem como todo os setores produtivos”, afirma a ação, ao relembrar que no ano passado houve um aumento de 54,76%, e que no acumulado a conta de energia em Roraima está tendo um reajuste médio de 92,72% em apenas dois anos, uma vez que a resolução tem validade de um ano.

Conforme o documento, o aumento, considerado arbitrário e surreal, pode inviabilizar economicamente o Estado, pois Roraima não é interligado ao Sistema Nacional de Energia Elétrica. Na ação, o órgão reforça que o reajuste, aliado à insegurança energética, afasta investidores externos dos segmentos da indústria e do comércio, trazendo prejuízos econômicos para o Estado.

AUDIÊNCIA – A informação sobre o reajuste motivou a Federação das Associações de Moradores de Roraima (Famer) a Assembleia Legislativa para pedir providências sobre a questão. Os moradores solicitaram uma audiência pública para discutir a situação com as autoridades do setor energético, segmentos econômicos, poderes constituídos e a população em geral.

——————————————————————————————————

BANDEIRAS

Deputado estadual pelo sexto mandato, Mecias de Jesus confirmou no último dia 7 de outubro nas urnas de Roraima, que trabalho, aliado à experiência e dedicação as necessidades da população, são o caminho para o êxito na política.

Presidente regional do Partido Republicano Brasileiro em Roraima (PRB-RR), ele foi eleito senador da República com 85.366 mil votos. E fazendo análise sobre as projeções de sua atuação no Senado, afirma que pretende trabalhar por mais recursos e investimentos para o Estado, e terá como prioridade inicial ações em defesa de temas como: Energia Elétrica, Saúde, Segurança e Titulação das terras de Roraima.

O senador eleito também garantiu forte atuação para resolver o problema da saúde, com o foco em lutar para aumentar a quantidade de recursos destinados para área, e proporcionar desta forma, melhorarias na qualidade dos serviços oferecidos a população.