NOTÍCIAS NACIONAIS – Os professores brasileiros, Jayse Ferreira, de Pernambuco, e Débora Garofalo, de São Paulo, estão entre os 50 finalistas do prêmio internacional Global Teacher, que analisa o trabalho de profissionais de 171 países focalizando métodos inovadores e criativos para lecionar…

0
27

TEACHER

Os professores brasileiros, Jayse Ferreira, de Pernambuco, e Débora Garofalo, de São Paulo, estão entre os 50 finalistas do prêmio internacional Global Teacher, que analisa o trabalho de profissionais de 171 países focalizando métodos inovadores e criativos para lecionar. Houve mais de 30 mil inscrições. A entrega do prêmio será em março, em Dubai, nos Emirados Árabes.

Em Itambé, Pernambuco, Jayse Ferreira decidiu incentivar, na Escola de Referência de Ensino Médio Frei Orlando, o amor à arte. Por meio do cinema, de filmagens feitas pelos estudantes, eles passaram a relatar o cotidiano de violência e pobreza, assim como de discriminação.

Com apoio de empresas locais, o projeto cresceu. Houve doações de equipamentos, roupas e fantasias. Os alunos executaram todo o processo de filmagem: desde a atuação até a edição. O vídeo resultante foi visto mais de 20 mil vezes no Youtube em menos de uma semana.

Daí pra frente os estudantes ampliaram o projeto e produziram um vídeo, mostrando os riscos do consumo de álcool por motoristas. Paralelamente às filmagens, os alunos de Ferreira se envolvem em debates sobre os assuntos que abordam, entre os quais identidades raciais e religiosas diante de experiências de preconceito.

O resultado veio com o aumento do número de inscrições em universidades, redução da evasão e reconhecimento local e nacional do projeto.

Reciclagem

Débora Garofalo teve uma infância difícil, superou obstáculos e decidiu transformar a Escola Municipal de Ensino Fundamental Almirante Ary Palmeiras, em São Paulo, em modelo e passou a dar treinamento para outros professores. Com base no mapeamento que os alunos fizeram sobre os problemas do bairro, como pobreza e violência, ela desenvolveu projetos de tecnologia.

A partir de aulas abertas sobre gestão de resíduos para a comunidade local, Débora Garofalo usa a cultura “criadora” para incentivar os alunos a transformar esse desperdício em protótipos de coisas que imaginaram, projetaram e construíram.

Mais de 2 mil alunos participaram do programa e criaram protótipos de tudo, desde robôs e carrinhos até barcos e aviões, usando cerca de 700 quilos de lixo transformados. Os estudantes, segundo levantamento, desenvolveram suas habilidades de trabalho colaborativo e interdisciplinar e aprofundaram sua compreensão de eletrônica e física.

########################################################

JANELAS

Leitores de muitos sites brasileiros estão deixando de acessá-los por causa daquelas propagandas através das janelas que pululam incansavelmente.

O que causa bastante irritação.

########################################################

ENCONTRADA

 

Foto – Divulgação

A Polícia Civil encontrou na manhã de quarta-feira (9/1) a idosa que matou uma gata a pauladas dentro de um mercado em Paraty, RJ.

Segundo os agentes, a suspeita tem 72 anos, é de Minas e disse estar arrependida do que fez. Ela foi encontrada dentro de casa, no bairro Ilha das Cobras, onde mora há 30 anos.

De acordo com o delegado titular, Marcelo Russo, no depoimento a idosa que foi comprar biscoitos no mercado, quando o gato arranhou a perna dela. Ela disse ainda que se sentiu envergonhada porque pessoas do lado de fora do estabelecimento teriam rido dela. Com isso, ela agrediu a gata, mas não achou que ela fosse morrer.

Ela foi levada para a 167ª Delegacia de Polícia (Paraty). Ela foi ouvida e vai responder em liberdade.

Em caso de crime ambiental, a população pode denunciar através de forma anônima ao número do Linha Verde, programa do Disque Denúncia voltado para denunciar crimes ambientais, através do telefone 0300 253 1177 (custo de ligação local) ou pelo APP “Disque Denúncia RJ”.

O anonimato é garantido.

########################################################

RESGATE

Foto – Divulgação

Beagle com sinais de maus-tratos é resgatado de casa em Sorocaba, SP

Um cão da raça Beagle foi resgatado por policiais militares em uma casa no bairro Vila Amato, em Sorocaba (SP), com sinais de maus-tratos.

O animal está internado em estado grave em uma clínica veterinária.

De acordo com uma moradora do bairro, os vizinhos ouviram o choro do cachorro no domingo (6/1) de manhã e decidiram acionar a PM.

Os moradores ajudaram no resgate colocando uma escada no imóvel para que os policiais pudessem retirá-lo.

O animal, ainda segundo a moradora, estava desidratado e com ferimentos. A dona estaria viajando no fim de semana.

Uma vaquinha entre os envolvidos no resgate foi organizada para ajudar no pagamento da clínica. Não há previsão de liberação do cão. A dona do animal não foi localizada para comentar o caso.

########################################################

CIDADES

Foto – Divulgação

Para o jornal mais famoso do mundo – o “The New York Times”, dos Estados Unidos – o estado nordestino tem a única cidade do Brasil digna de ser incluída na lista dos 52 melhores lugares do planeta para se conhecer em 2019. E é de Salvador que se fala.

A capital baiana aparece na 14ª posição do ranking recém-divulgado pela publicação, mais bem colocada do que várias outras metrópoles internacionais mais conhecidas.

A famosérrima Nova York aparece só na 31ª posição, mas ainda assim acima de Doha, no Qatar (37ª posição) e da cada vez mais turística Hong Kong (44ª posição).

No caso da “Roma Negra”, os responsáveis pelo levantamento do “Times” a consideraram por causa de seu rico Centro Histórico, que inclui o Pelourinho, por conta de sua cultura afro-brasileira e também por ser uma das mecas da capoeira, além da arquitetura colonial dos prédios de lá e das charmosas ruas de paralelepípedos.