NOTÍCIAS NACIONAIS – Chico Buarque, em 1968, por Adhemar Veneziano Foto – divulgação Um dos maiores artistas brasileiros, o multitalentoso Chico Buarque, é tema da fotobiografia “Revela-te, Chico”, organizada pelo designer e jornalista Augusto Lins Soares, com textos de Joaquim Ferreira dos Santos…

0
48

AGENDA

Com o objetivo de transmitir conhecimento específico sobre doenças reumáticas a profissionais de saúde de diferentes áreas e incentivar troca de experiências, a SBR organiza o seu I Encontro Multiprofissional durante a Jornada Rio-São Paulo de Reumatologia (São Paulo, 14 a 16 de março).

As doenças reumáticas afetam cartilagens e articulações, provocam dor crônica e podem levar à deformidade física e limitação dos movimentos. As doenças reumáticas podem acometer crianças, jovens, homens e mulheres em qualquer idade.

Durante a Jornada Rio-São Paulo, a SBR abordará também atualizações na estratégia terapêutica de doenças reumáticas, como artrites e artroses, mas também doenças que a população desconhece seu caráter reumático como uveítes (envolvimento dos olhos), vasculites (inflamação dos vasos sanguíneos) e gota, entre outras.

A Jornada Rio-São Paulo é realizada em parceria da SBR com as Sociedades de Reumatologia do Rio e São Paulo.

A Sociedade Brasileira de Reumatologia completa 70 anos de atividades em 2019. É uma associação civil científica, sem fins lucrativos, que tem por objetivo promover o desenvolvimento científico e da especialidade. Hoje, conta com cerca de 2 mil associados, distribuídos em 24 sociedades regionais estaduais. Tem representações em associações médico-científicas nacionais e internacionais e junto ao Ministério da Saúde. A SBR é responsável pela certificação de especialistas em reumatologia no Brasil. Filiada à AMB – Associação Médica Brasileira que, em 2018, outorgou à SBR certificado de boas práticas em gestão.

Para mais informações, acesse www.reumatologia.org.br e siga suas ações, iniciativas e novidades pelo Facebook e Twitter.

########################################################

AGENDA II

As inscrições para o Prêmio Golden Tombstone 2019, lançado pelo Instituto Brasileiro de Executivos de Finanças (IBEF-SP), vão até sexta-feira (29/03).

O prêmio foi instituído para incentivar e estimular o mercado, dando exposição e cobertura às operações de captação de recursos nas empresas que se destacarem por sua relevância e capacidade de inovação. Vale ressaltar que a premiação, apesar de destinada às empresas, vai mencionar os assessores e advisors participantes, que podem também inscrever as operações.

No ano passado, 35 operações inscritas totalizaram negócios de R$ 140 bilhões, envolvendo mais de 100 entidades.

Grandes companhias como Petrobras, Azul, Suzano, Fibria, Kroton, Algar, Accor, Locamerica, Atacadão, Brookfield, CVC e outras participaram ativamente do prêmio, que está dividido em três categorias: Operações de emissão de títulos de dívida (Debt); Operações de ações (Equity) e Operações de fusões e aquisições (M&A). Segundo Bifulco, serão avaliados critérios como complexidade da transação, inovação, dimensão e relevância, amplitude de mercados e jurisdições envolvidas, distribuição, impacto da operação no mercado; criação de valor e Precificação (pricing) e superação de barreiras para sua realização.

A Comissão Julgadora do Prêmio, responsável por avaliar as operações, é formada por grandes nomes do mercado e da academia. As empresas participantes da edição de 2019, cujas operações estiverem entre as 9 semifinalistas (3 por categoria), serão premiadas com “Placas Comemorativas de Mérito”. As operações vencedoras em cada categoria serão agraciadas com o Prêmio Golden Tombstone 2019. As inscrições podem ser realizadas pelo link: http://www.goldentombstone.ibef.net.br/

########################################################

BIOGRAFIA

Um dos maiores artistas brasileiros, o multitalentoso Chico Buarque, é tema da fotobiografia “Revela-te, Chico”, organizada pelo designer e jornalista Augusto Lins Soares, com textos de Joaquim Ferreira dos Santos.

A obra traz 210 imagens de Chico, inéditas, raras e que narram momentos importantes de sua vida: da infância à adolescência, do início à consolidação da carreira. Tem Chico desleixado e bem vestido, na praia e na neve, com a família e no trabalho. Uma apresentação digna do artista multifacetado que ele é: “Pensei em Chico Buarque por vários motivos: multitalento artístico, obra atemporal, vasta iconografia, referência intelectual, entre outros. Mostrar Chico na sua diversidade sempre foi a intenção. É um projeto documental e afetivo sobre um dos maiores ícones da cultural brasileira”, explica Soares.

Composta de uma vasta pesquisa iconográfica, a obra contempla retratos de mais de 50 fotógrafos, dentre os quais, Arlete Soares, Bob Wolfenson e João Wainer. Ainda traz registros raros, como o que foi feito por Cristiano Mascaro, durante o autoexílio de Chico, em Roma, em 1969. Outro ponto alto é o retrato inédito que o pintor Di Cavalcanti fez do cantor, em 1972. A imagem abre uma seção especial do livro que reúne 22 obras de artistas contemporâneos criadas especialmente para o projeto.

########################################################

TCHAUZINHO

Pedro Scooby e Luana Piovani

Foto – Reprodução Instagram

Walter Salles e Madonna também disseram tchau para Portugal

Foto – Juliana Rezende/Getty Images

O comentário em terras portuguesas é que Pedro Scooby, ex-marido de Luana Piovani, não se adaptou à nova vida da família, que mudou para Lisboa no começo do ano e, por isso, decidiu voltar para o Brasil.

Este teria sido um dos motivos para o fim do casamento com Luana, já que ele também não acredita em relacionamento à distância.

O que chama a atenção é que essa não é a primeira baixa em solo português de famosos. O diretor de cinema Walter Salles deixou o país no comecinho desse mês e já retornou ao Brasil. Madonna também declarou no início do ano que Lisboa não seria mais o seu lar doce lar. A mídia portuguesa informa que a declaração da pop star causou um efeito dominó e que já existe uma debandada de celebs que escolheram Portugal para morar nos últimos anos.